安哥拉政府就贷款事宜进行谈判_非洲经贸在线

安哥拉政府就贷款事宜进行谈判

Angola 2018-05-24  阅读次数:

近期安哥拉《共和国日报》刊登的《第53/16号总统令》显示:安哥拉政府与欧洲工业出口融资的专家——德国复兴信贷银行,就5亿美元美金的信贷进行了谈判。

 

 53/16总统令通过了关于贷款的框架协议,并授权财政部签署融资协议。该总统令宣布由金融机构,总部位于法兰克福的德国复兴信贷银行提供5亿美元贷款,但该融资没有先行规定合同条件。

德国复兴信贷银行是在德国和欧洲的工业出口融资方面是市场的领导者和专家,特别是在海运业和能源生产方面。
    自2014年以来,由于石油出口收入的下降,安哥拉经受了强大的金融、经济和货币危机,国家通过发行债券,以保证其正常的运作和各种公共项目的实施。
    国际货币基金组织(IMF)于4月6日宣布:安哥拉请求提供未来三年的援助计划,该事项在四月于华盛顿举行的春季会议期间进行了讨论,并预计在五月期间对安哥拉进行访问。

安哥拉财政部长阿曼多·曼努埃尔澄清道,该请求面向的是中期贷款,用以支持中期经济多样化,并否认它是一个经济救助。

官方资料显示,安哥拉在2016年至2017年间,在外部合同公共债务方面将花费超过620亿美元,但是跌破每桶38美元的石油可能将会需要投资组合的重组。资料中还包含一份安哥拉政府在金融危机中为克服石油收入下降的战略支持的文件,其中表明,公共债务的“存量”总额在2015年已经达到429亿美元,占国内生产总值(GDP)的48.7%。

安哥拉国家债券已被用于弥补石油出口收入锐减,仅仅在2015年安哥拉公共债务就已到达180亿美元。

 

来源:安哥拉日报

原文:

Governo negoceia empréstimo

 

 

O Governo negociou uma linha de crédito de 500 milhões de dólares com ogrupo alemão KfW IPEX-Bank, especialista no financiamento de exportações daindústria europeia, revela um despacho presidencial, publicado em Diário daRepública I Série, nº 69, de 4 de Maio.

 

O despacho Presidencial n.º 53/16 aprova o acordo-quadro para aconcessão do empréstimo e autoriza o Ministério das Finanças a proceder àassinatura do contrato de financiamento. O despacho prevê a disponibilização de500 milhões de dólares por parte da instituição financeira KfW IPEX-Bank GMBH,com sede em Frankfurt, mas sem adiantar condições da contratação dessefinanciamento.
O KfW IPEX-Bank é líder de mercado e especialista no financiamento dasexportações da indústria alemã e europeia, sobretudo nas áreas das indústriasmarítimas e produção de energia.
Angola vive desde meados de 2014 uma forte crise financeira, económica ecambial decorrente da quebra das receitas da exportação de petróleo, recorrendoà emissão de dívida para garantir o funcionamento do Estado e a concretizaçãode vários projectos públicos.
O Fundo Monetário Internacional (FMI) anunciou a 06 de Abril que Angolasolicitou um programa de assistência para os próximos três anos, cujos termosforam debatidos nas reuniões de Primavera, durante o mês de Abril, emWashington, prosseguindo durante uma visita ao país, prevista para Maio. 
O ministro das Finanças, Armando Manuel, esclareceu que o pedido é destinado aum Programa de Financiamento Ampliado para apoiar a diversificação económica amédio prazo, negando que se trate de um resgate económico.
Informações oficiais dão conta que Angola vai gastar mais de 6,2 mil milhões dedólares entre 2016 e 2017 com o serviço da dívida pública contraídaexternamente, mas o petróleo abaixo dos 38 dólares por barril pode obrigar àreestruturação da carteira.  A informação consta de um documento desuporte à estratégia do Governo angolano para ultrapassar a crise financeiraprovocada pela quebra nas receitas do petróleo, que indica que o ‘stock’ dedívida pública atingiu em 2015 os 42,9 mil milhões de dólares, correspondendo a48,7 por cento do Produto Interno Bruto (PIB).
O endividamento do Estado angolano tem sido utilizado para colmatar a fortequebra nas receitas com a exportação de petróleo e só em 2015 o serviço dadívida pública angolana ascendeu a 18 mil milhões de dólares.